fbpx

Rek Parking entrega recursos do Estacionamento Solidário a entidades

Na manhã desta terça-feira, 22, a empresa Rek Parking fez entrega simbólica de mais de R$ 12 mil em dois cheques referentes ao Estacionamento Solidário. As duas entidades beneficiadas com a ação realizada dia 11 de dezembro na Zona Azul foram o Lar Maria Carmem e o Centro Social São João Calabria, que receberam, cada uma, a soma de R$ 6.144,62, resultantes do estacionamento pago pelos motoristas naquele dia, tirados os impostos e dobrado o valor pela empresa.

A entrega aconteceu na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas, parceira do projeto. O supervisor local da Rek Parking, Hilton Oliveira, agradeceu a integração com os parceiros CDL e Prefeitura e às equipes que ajudaram a compor a ação de responsabilidade social da empresa. Disse que a ideia é manter esta ação, ajudando em outros momentos a comunidade rio-grandina. E que será repassado às entidades e parceiros o relatório final da ação, apresentando com máxima transparência as atividades do Estacionamento Solidário.

Pela CDL, o presidente Carlinhos Zanetti lembrou que a cerimônia de entrega foi uma formalidade necessária para que a comunidade tome conhecimento dos resultados de um projeto que nasceu da integração CDL/Rek, a partir de manifestações da população sobre a Zona Azul. E que o resultado mostrou a disposição dos parceiros e da comunidade em ajudar. “Trabalhamos com a Rek Parking para resolver problemas do sistema que incomodavam usuários e comerciantes. Foram momentos de debates entre a CDL e a empresa que resultaram entre outras melhorias na criação desse projeto social. A CDL acredita na importância da rotatividade do estacionamento e por isso lutamos para conquistar as melhorias que já se observam no sistema como o retorno da tolerância e textos informativos mais claros nos tickets e parquímetros que foram demandas da nossa entidade”.

O Lar Maria Carmem foi representado pelo presidente Marcelo Azevedo e o diretor Márcio Freire, que agradeceram a ação. Azevedo lembrou que o lar atende 20 crianças, algumas com cuidados especiais. Tem uma dívida histórica em impostos e conta com os sócios e o repasse da Prefeitura, que não são suficientes para as necessidades. Com os mais de R$ 6 mil, será possível pagar salários atrasados dos funcionários e manter o histórico de atendimento da casa.

O presidente do Centro Social São João Calabria, Irmão Gilnei, estava acompanhado do diretor Rudinei Blois. Ambos reafirmaram a satisfação em receber os recursos que também servirão para pagar salários e planejar 2021, retomando a quantidade e qualidade do atendimento a crianças no contraturno escolar. Durante a pandemia, o centro teve que reduzir o número de crianças atendidas devido à prevenção ao Covid 19, mas manteve as doações de ranchos às famílias em vulnerabilidade social.

Os recursos de mais de R$ 12 mil já foram depositados nas contas das entidades, que receberam um “cheque gigante” simbolizando a doação.

Texto: Rosane Borges/ Colaboração André Zenobini

Fotos: Rosane Borges

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email